Login  Recuperar
Password
  22 de Outubro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Caldas / Sociedade
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Alunos da ETEO apresentaram 24 ideias de negócio inovadoras

Quinze empresas fictícias com ideias de negócio inovadoras na área do turismo, que poderão tornar-se projetos reais, viáveis e aplicáveis, e nove propostas para as provas de aptidão profissional dos alunos finalistas do Curso Profissional de Técnico de Turismo da Escola Técnica Empresarial do Oeste (ETEO) foram apresentadas na iniciativa Empreendotur 2019, na passada quinta-feira, com os convidados a ficarem impressionados com a qualidade dos projetos, que, embora sendo académicos, podem ter uma aplicação prática efetiva.

19-06-2019 | Mariana Martinho (texto) / Diana Dias (fotos)

Os alunos do Curso Profissional de Técnico de Turismo da ETEO apresentaram os seus projetos
[+] Fotos
Os alunos do Curso Profissional de Técnico de Turismo da ETEO apresentaram os seus projetos
Aos pares ou em grupos maiores, os alunos do Curso Profissional de Técnico de Turismo apresentaram os seus projetos inovadores na área do turismo, a maioria com ideias ligadas à região e à cidade, perante uma comitiva de empresários e autarcas, como foi o caso da “Chávena Bordalo”, dos alunos Pedro Rodrigues e Rafael Sousa. Este projeto resulta da criação de uma coleção de chávenas de café e chá ilustradas com a técnica do decalque, reproduzindo as peças que compõem a rota bordaliana.
A pensar nas termas, os alunos criaram uma empresa especializada em produtos e roupas termais, a Royal Health. Esse kit constituído por chinelos, um robe e duas toalhas, pretende proporcionar o melhor conforto para os utentes das termas das Caldas. Já Eduardo Paixão, Fedra Moleiro e Meiline Matos desenvolveram uma linha de produtos de higiene e cosmética, aplicados à tradição e à cultura patrimonial das Caldas, como por exemplo um sabonete, em formato de coração.
Para divulgar a cidade de forma diferenciadora, os alunos Letícia Bento e Rodrigo Gomes pensaram na instalação de um museu dedicado ao Falo das Caldas, que inclui um restaurante e um espaço comercial sustentado na cultura histórico-paródica do falo. Criar novas performances de texto satirizado para acompanhar as visitas guiadas à rota bordaliana foi a proposta da Beatriz Estêvão e Diogo Ferreira.
No que diz respeito ao surf, Lourenço Santos e Miguel Encarnação pensaram numa empresa de aluguer de cacifos na praia para usufruto dos praticantes de surf. Esses cacifos, que serão autossuficientes energeticamente, terão um custo de um euro por hora.
Bolachas e chocolates em forma de dinossauros, bem como packs de festas no Dino Parque da Lourinhã foram outras das “propostas desenvolvidas e trabalhadas durante os três anos de curso, e que inspiraram os alunos a ter a alma e o espírito de grandes empreendedores”, explicou a coordenadora do Curso Profissional de Técnico de Turismo, Susana da Cunha.
Além disso, “deu-lhes uma noção do que é ser um empresário turístico, primeiramente a nível local e regional, e quem sabe mais tarde, a nível nacional”.
Apesar de serem “apenas ideias de negócios”, são “propostas muito interessantes e inovadoras, que podem captar parceiros e investidores, de modo a contribuir para a efetiva viabilização”.
O presidente da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, Tinta Ferreira, destacou que muitos dos projetos são “de facto boas ideias e talvez algum deles possam ser aproveitados por empreendedores ou empresários e contribuir para o desenvolvimento económico da nossa região”.

ETEO editou banda desenhada

No mesmo dia foi apresentado e distribuído gratuitamente pelos presentes o livro de banda desenhada “O Jardim dos Sonhos”. Ilustrado pelo professor Pedro Marques e escrito pela docente Susana da Cunha, a obra foi promovida pelo Gabinete de Projetos de Intervenção no Meio da escola, em colaboração com a União de Freguesias Nossa Senhora do Pópulo, Coto e S. Gregório.
Foram editados apenas 500 exemplares desta banda desenhada, que também envolve os alunos do Curso Técnico de Turismo. Conta a história do Parque D.Carlos I, “O Jardim dos Sonhos”, de forma animada, envolvendo várias personagens como a Rainha D. Leonor, a fada e o duende. Agora, a “nossa intenção é transportar esta história animada para o terreno”, através do projeto do comboio ecológico a circular pelo parque.

Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar