Login  Recuperar
Password
  17 de Agosto de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Ocorrências
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Rochedo do Gronho sofre grande derrocada

O Rochedo do Gronho, na Praia do Bom Sucesso, em Óbidos, há muito que estava sinalizado devido ao perigo de ruína, tendo a situação agravado em Agosto quando um drone dos bombeiros detetou uma grande fissura, o que fez despoletar o alerta à Agência Portuguesa de Ambiente (APA). No passado sábado o local foi interdito e na segunda-feira, minutos antes de acontecer uma vistoria ao local para a aplicação de outras medidas cautelares, vieram abaixo, segundo se estima, dezoito mil toneladas de rocha. Por sorte ninguém estava por perto na altura.

13-12-2018 | Francisco Gomes

-Estima-se que tenham caído cerca de dezoito mil toneladas de rocha
[+] Fotos
-Estima-se que tenham caído cerca de dezoito mil toneladas de rocha
A maior derrocada que atingiu o Rochedo do Gronho, com 40 metros de altura, aconteceu na manhã da passada segunda-feira. No âmbito da sua monitorização estava marcado no local, pelas dez horas, um encontro de bombeiros, agentes da Proteção Civil e da Polícia Marítima e técnicos da APA, no entanto, “existiu uma reunião antes sobre o mesmo assunto que nos atrasou uma hora, mas foi provavelmente a sorte de eu e os restantes escaparmos”, contou o comandante dos bombeiros de Óbidos, Carlos Silva.
“Não iriamos reunir debaixo da falésia mas numa avaliação poderíamos estar próximo e sido atingidos”, adiantou.
Na sexta-feira anterior tinha sido decidido pela APA interditar a zona, tendo em conta “o risco iminente da falésia”. Na falta de recursos, os bombeiros de Óbidos, mesmo não sendo da sua competência, sinalizaram a área, evitando assim aproximação de pessoas ao local.
A situação vinha sendo monitorizada desde Agosto, quando o Município de Óbidos informou a APA dos perigos, apresentando imagens captadas por um drone dos bombeiros, que mostravam uma grande fissura.
Agora foi decidido manter a zona interditada face à grande quantidade de elementos rochosos que se encontra na praia do Bom Sucesso. Logo que estejam reunidas as condições de segurança, aquela zona será reaberta ao público, não se prevendo que tal aconteça a curto prazo.
Vão ser reavaliadas as condições de estabilidade da arriba e estuda-se a possibilidade de um desmoronamento controlado. Os resíduos vão permanecer no local, para proteger a base da arriba do ataque direto das ondas, evitando que as marés vivas escavem a parte de baixo da falésia, e para acomodar eventuais pequenos blocos que possam vir ainda a cair.
O Rochedo do Gronho é uma das imagens que marcam a paisagem da costa de Óbidos e que tem vindo a merecer preocupação pela possibilidade de derrocada, o que acabou por acontecer agora. Espera-se que as pessoas cumpram a sinalética que impede que se aproximem do local, porque poderão existir mais deslizamentos.

Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar