Login  Recuperar
Password
  24 de Agosto de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Óbidos
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Televisões, frigoríficos e até sanitas removidos das margens da Lagoa

Cem voluntários retiraram 166 sacos de lixo, 20 televisões, 3 frigoríficos e 2 sanitas das margens da Lagoa de Óbidos, no passado sábado.

17-07-2019 | Mariana Martinho

Entre os resíduos recolhidos estavam diversos monos (Foto Guardião do Oceano)
[+] Fotos
Entre os resíduos recolhidos estavam diversos monos (Foto Guardião do Oceano)
Cerca de 100 voluntários divididos por 15 setores participaram, na manhã do passado sábado, numa ação de limpeza ao longo de toda a margem da Lagoa de Óbidos. Esta iniciativa, integrada na 3ª edição da campanha nacional "Vamos limpar as nossas praias?", uma parceria entre a LPN - Liga para a Proteção da Natureza e o Pingo Doce, juntou no total 166 sacos com diversos resíduos e ainda 20 televisores, 3 frigoríficos, 2 sanitas e outros “monos”.
A ação de limpeza na Lagoa de Óbidos contou ainda com o apoio de várias entidades, alguma delas locais, como o Conselho da Cidade, a LindoMar - Foz de Arelho, a Intertidal – Turismo de Natureza, a Passa Montanhas - Trekking e Atividades de Natureza, a Associação PATO, o Guardião do Oceano, o Movimento Sem Palhinhas, a Brigada do Mar, o Mar Meu, a Associação de Pescadores e Mariscadores Amigos da Lagoa de Óbidos e a Águas do Tejo Atlântico, das autarquias de Óbidos e Caldas da Rainha, e ainda das Juntas de Freguesia da Foz do Arelho, Nadadouro, Vau e Santa Maria e São Pedro e Sobral da Lagoa.
Entre as 09h00 e as 12h00, os voluntários de diferentes nacionalidades, divididos por quinze setores de um quilómetro de extensão cada um e orientados por um coordenador, recolheram entre o parque das merendas até aos pontos de triagem, o cais da Foz do Arelho e o parque do Bom Sucesso, beatas de cigarros, garrafas e embalagens de plástico, toalhetes, cotonetes e diversos monos, nomeadamente televisões, frigoríficos, partes de máquinas de cortar a relva, sanitas e lavatórios, entre outros.
“Apesar deste enorme esforço, temos noção de que muitos resíduos ficaram para trás”, sublinhou Ana Sofia Ribeiro, da LPN. Contudo, destacou que “esta foi uma ação de limpeza inédita aqui na Lagoa de Óbidos, uma vez que tentámos percorrer o perímetro quase total da Lagoa, vinte quilómetros de extensão”. Além disso foi “uma tentativa para tentar identificar e perceber qual é a origem dos resíduos, bem como as zonas mais críticas da Lagoa”, de modo a que “posteriormente possamos tentar minimizar esses resíduos”.
Os voluntários não só recolheram o lixo como durante a tarde ajudaram a organização e o Centro para a Interpretação da Lagoa de Óbidos a separar e a identificar os materiais, de forma, “a compreender melhor o problema e tentar resolvê-lo na origem”.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar